domingo, 27 de janeiro de 2013

O milagre da multiplicação... e suas implicações

E quando descobres que estás grávida(o)!
Foguetes, acaba um mundo e um novo surge, mas muito melhor que passagem de ano ou mesmo passagem de milénio, pois há algo insignificativamente pequeno a crescer, que é gigante na tua vida, a concretização de um desejo a dois que agora são três...ou mais (mas muitos mais não, que pode dar em consultas psiquiátricas) :).
Será que as mulheres tem consciência que não controlam mais o seu corpo por nove meses, que ele passa a ter vontade própria e não adianta tentar remar contra a maré e consciente ou inconscientemente vai sempre convencer-te a fazer o melhor para o bebé.
Vai sentir-se mal, enjoar, ser chata por tudo e por nada e com sorte, após 3 meses, a sensação de ressaca melhora, ouvi dizer(mas também ouvi dizer que o Gaspar ia embora e ainda ai o temos).
Mas quem se importa? vem ai um bebé... e é lindo, cada dia que passa é uma vitória, cada dia que passa cresce mais a felicidade.
ok, um bebé que antes de nascer já é o centro de tudo, já é o Rei... ou Rainha com um um grupo de escravos, voluntários e sorridentes a disputar um lugar na fila da frente, para não dormir, para andar carregados de todas e mais alguma tralha, para andar sujo e mal cheiroso, para fazer palhaçadas e malabarismos. E tudo para receber um sorriso de pagamento ou então o euromilhões de ser o 1º a "ouvir" um "papa", "mama"... um gatinhar ou um andar. Mas que vale a pena, é o NOSSO FILHO.
sim quem se importa de engordar uns quantos quilos? nem a mãe, muito menos o pai, por simpatia... se bem que ela vai ficar bem mais bonita que ele, barriga de gravida é linda, sexy, atraente. Alguém que explique ás mulheres isso, homem que é homem, gosta do aspeto de uma grávida, da sua grávida... e não perde o interesse ;). E para perder depois o que fica em excesso... podem sempre voltar aos treinos para a futura prova "como fazer outro ainda mais fantástico que este".
E então ele nasce... "o bebé mais lindo do mundo", mas claro, com este pai e mãe só podia ser o mais bonito.
aaah claro que nos 1ºs tempos, unhas, cabeleireiro, depilação é algo que por muito que não se esqueça, a mulher vai ser obrigada a deixar para depois... e saírem para beber um copo com os amigos e até sair para curtir a noite e o seu par... bem o bebé vai ganhar sempre. Mas há que ser esperto e inventar e até superar-se a si e ao cansaço, pelo menos para namorar que os dois merecem e bebé quer muito amor em casa. Um jantar em casa a dois (ele dorme bem sozinho) com umas tapas e bom vinho é bem fácil e faz milagres, principalmente o vinho que te vai ajudar a relaxar e aproveitar.
Está só dá para quem planear tudo com anos de antecedência... ideal mesmo é os pais serem oposto em termos de sono... isso é uma vantagem para a sanidade familiar, o pai gostar mais de dormir cedo, a mão gostar mais de dormir de manhã ou vice versa, acaba com muita discussão "vai tu", "é a tua vez" ;). Não é o caso... aguentem e criem um método, normalmente ganha a mulher "eu carreguei nove meses, bem podes levantar-te da cama agora.".
Trabalhar... trabalhar passa a ser aquilo que fazes entre correrias para ir ter com o deus do teu universo... aquele com o capacidade de esticar o tempo quando não estás com ele e o encolher quando ainda querias mimar mais um pouco e já está na hora de o deixares!
E cuidado, muito cuidado, homem fica pior que mulher por causa do bebé, depois não digam que não avisei.
Claro que um dia vais olhar e dizer "porra, a vida passa a correr... ia pegar no meu bebé ao colo e ele já faz a barba e diz-me que vou ter um neto"... ai tudo recomeça :D