quarta-feira, 6 de março de 2013

Essa inconstância, esse medo de amadurecer, esse apego ao passado. Raios, tudo isso vai escorregar rapidamente pelos teus dedos. E não vais ter tempo de segurar novamente, não mais. É preciso ficar esperta para agarrar com firmeza tudo o que nos colocam nas mãos que tem valor, que é real, que é bonito. Mais tarde não vale a pena estar de mãos abertas tentando resgatar o que já não tem resgate.